sexta-feira, 2 de novembro de 2007

Retratos (21) - Uma troca justa

* Victor Nogueira
.
Estou a escrever lentamente por dois motivos, o principal dos quais é o facto desta nova carga da esferográfica ser extra fina, e portanto pouco deslizante pelo papel. (...) Fiz um negócio com o Camilo e trocámos as cargas das canetas. Sem dúvida alguma ambos lucrámos; ele porque escreve mais palavras por linha, eu porque escrevo mais por minuto. Estas cartas, escritas ao sabor do tempo e das ocasiões, lidas posteriormente, devem mostrar o seu verdadeiro valor, isto é, nenhum. (MCG -- 1973.01.22) ~ Évora

2 comentários:

De Amor e de Terra disse...

Como vez Victor, algum valor tiveram...
Chegaram até aqui e depois de postadas neste teu Blog, enriquecem quem lê, se não pelo conteúdo propriamente dito, pelo menos pela ideia e pela forma! Escreves bem e disso dás provas, quer tenhas comentários ou não.

Maria Mamede

Estrela Cadente disse...

Tudo tem o seu valor e digo-te esse raciocínio da troca é fabuloso