domingo, 16 de abril de 2017

Reitor do santuário de Fátima discorda da apresentação de contas aos fiéis

* Victor Nogueira

A GIGANTESCA LAVANDARIA COM TRETAS & MAIS TRETAS - DIZ UM SEU RESPONSÁVEL “as contas são apresentadas a quem temos de as apresentar”. De resto, acrescenta, nem mesmo quem faz uma oferta terá o direito de exigir a prestação de contas, “porque a oferta é, por definição, algo de que me desfaço e entrego. Deixo de ter direito sobre isso”.TEXTO COMPLETO CLICANDO NA FOTO
Carlos Cabecinhas afirma que Fátima é um fenómeno de fé, assegura que o…
EXPRESSO.SAPO.PT

sábado, 15 de abril de 2017

Marinha vigiou navio russo que passou dois dias nas águas portuguesas

* Victor Nogueira


Victor Nogueira
  
Mais uma "não notícia". Quantos navios de outras nacionalidades a Marinha Portuguesa "acompanha" ou "vigia" e de que se não fala ? Caramba, a URSS já implodiu há mais de 30 anos e o Bloco Socialista Europeu transformou-se e juntou-se ao paradisíaco e glorioso "Bloco Capitalista".

  1. joao
    Como diz... "nas águas portuguesas"???? "navio de guerra"???? etc etc. Devem ir ver o tamanho do carapau a sul do Algarve... Espero que os navios portugueses, que devem patrulhar o mar na ZEE e aos quais não deve ser regateado financiamento, também patrulhem e fiscalizem os contrabandos e as armas que passam por lá...
  2. Victor Nogueira
      
    EM TEMPO: Nesta exemplar "não notícia" com base nos manuais da extinta "guerra fria" que Trump e a NATO pretendem transformar em "guerra bem quente" a bota não bate com a perdigota. Com efeito um " navio oceanográfico" poderá ser eventualmente um "navio espião", como uma vulgar traineira, qualquer que seja a nacionalidade, mas nunca um "navio de guerra". O Público uma vez mais não fez o básico trabalho de casa que é exigível a um jornal que pretende vender-se como de referência, Para além disso "ignora" que Portugal tem a 3ª maior ZEE europeia e a 11ª mundial, cabendo-lhe fiscalizar o trânsito de todos os navios e actividades qualquer que seja a sua nacionalidade e não apenas os "russos", com recurso à Marinha de Guerra e à Aviação Militar.

  3. joao
    Certeiro mais uma vez.

  4. joao
    Certeiro mais uma vez, mas o que se depreende da "notícia" é que eventualmente a marinha descuida a sua missão interesse nacional de "fiscalizar o trânsito de todos os navios e actividades qualquer que seja a sua nacionalidade" e limita-se a seguir os interesses de terceiros e as ordens que recebe da NATO.


Embarcação provinha do mar do Norte e está em trânsito para Gibraltar, em…
PUBLICO.PT

Marinha acompanha navio russo em águas portuguesas

***

JS · 
Vejam só,meus senhores, a manipulação da imprensa, neste caso do DN sobre o navio russo que passou ao largo da nossa costa. 
O título da notícia: " Marinha acompanha navio russo em águas portuguesas". 
Mais abaixo já diz que o que o "navio navegou por dois dias em águas sob judiação portuguesa". Aparentemente parece que ambas as expressões são sinônimas que querem dizer a mesma coisa. Podem crer senhores leitores foi foi está a intenção do jornalista ao colocar a notícia no jornal. Não acredito que ele não saiba que para lá das 12 milhas da costa, embora seja sejam águas da zona económica exclusiva portuguesas, são águas internacionais e todos os navios têm livre trânsito, inclusive os do papão russo. 
O título da notícia é tendencioso, aliás vem na linha da histeria contra a Rússia. o servilismo as ordens das posições dos americanos já se tornou ridículo e patético. 
Mas ao menos digam a verdade e não tentem fazer de uma simples passagem de um navio uma possível ameaçai à soberania portuguesa. Por favor senhor jornalista respeite um pouco mais a inteligência dos portugueses. Pode odiar os russos, mas tenho um pouco mais descuidado com a manipulação das notícias.


NC· 
A nossa zona económica é enorme... é difícil uma nação europeia movimentar navios no Atlântico sem a atravessar. O que é legal, porque um país só pode impedir a entrada nas suas águas territoriais.

JL · 
os navios russo têm o dtº de navegar no oceano sem autorização de ninguém em locais que não sejam " zona territorial " de qualquer país. foi o que sucedeu. o ridículo é o abaixamento das calças deste retângulo mal feito, à nato e aos interesses do imperilasmo americano. e isto quando consta da CRP que POrtugal tem o dever de lutar pelo fim dos blocos militares. infelizmente 
e o inverso. quanto aos russos estão-.se borrifando para isto e com toda a legalidade, navegam por onde o dtº internaconal lhes permite. é evidente que se um navio oceanográfico português navegasse em aguas internacionais , a Rùssia nada dizia. Não se trata duma questão de cheiro. Trata-se do exercício de um dtº só um fanático ou ignorante é que não sabe o baba do dtº internacional. isto é válido para Rússia como para qulquer país. mesmo que kisto não tivesse relaações diplomáticas com a Rússia. o que esta conduta demonstra é um sinal de inimizade com o país que nunca nos fez qualquer espécie de mal. mas este desgoverno( igual aos outros) borra-se todo perante a nato e states e cambada semelhante.


http://www.dn.pt/portugal/interior/marinha-6223085.html




Passageiro arrastado de avião deverá processar companhia aérea

* Victor Nogueira

o fascismo em marcha no capitalismo intrinsecamente selvagem e desrespeitador dos direito humanos.
O médico expulso do avião partiu o nariz, perdeu dois dentes e terá de ser…
PUBLICO.PT

Preparada para uma "guerra total", Coreia do Norte pede fim da "histeria militar" dos EUA

* Victor Nogueira

Não haja ilusões: Bush, Reagan, Clinton, Obama e Trump são faces da mesma moeda. Qual o curso da des/humanidade e que fim terá, tantas vezes os media em décadas nos dizem que está à beira do holocausto e da extnção ?

Regime de Pyongyang revela novos mísseis balísticos em parada militar e…
PUBLICO.PT

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Arquivado inquérito em que Dias Loureiro era suspeito de burlar BPN

* Victor Nogueira

Gand'as negócios bem intricados e urdidos, que não estão ao alcance de qualquer bicho-careta !
Caso foi aberto em 2009 e teve como arguidos o antigo ministro do PSD e o…
PUBLICO.PT

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Fogo que ardeu sem se ver

*  Victor Nogueira

O texto do jornalista nada tem a ver com o livro doutro jornalista que pretensamente pretende "recenssar". É uma tresleitura.



Editor Executivo

Fogo que ardeu sem se ver


Onde se trata do ódio de morte entre socialistas e comunistas e de como ele foi suplantado, na "geringonça", graças a circunstâncias irrepetíveis...


http://visao.sapo.pt/opiniao/sexto-sentido/2017-03-30-Fogo-que-ardeu-sem-se-ver

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Pândegos e amofinados em simultâneo

* Victor Nogueira

O PCP aparece metido a martelo no tempo em que Seguro era Secretário Geral do PS, o Seguro das abstenções violentas e que só não formou governo com o PSD/CDS ou celebrou um acordo de regime apadrinhados por Cavaco porque Soares se manifestou contra impedindo assim a  pasokisação do PS ?

Pândegos e amofinados em simultâneo

Asfixia, claustrofobia e, ainda há pouco, manipulação democrática. Estas pessoas da oposição, e quando na oposição, fazem questão de dizer que se sentem asfixiadas, enclausuradas e até manipuladas à mínima contrariedade. Não tenho pena da maneira como dizem que se sentem, até porque se trata de teatro, mas o vocabulário arrisca-se a escassear. Como 8ão estão no governo, queixam-se desta maneira algo infantil. Quando tudo decidiam a seu bel-prazer, invocando a Tróica, e todos nós nos sentíamos verdadeiramente asfixiados e impotentes, a ponto de até o PCP ter desistido da agitação e ter assumido uma espécie de síndrome de Estocolmo (mas podiam ser resquícios da aliança tácita do passado), eles sentiam-se livres e eram felizes. Agora amofinam-se. (...)
http://aspirinab.com/penelope/pandegos-e-amofinados-em-simultaneo/#comment-745702

terça-feira, 4 de abril de 2017

Arquivado inquérito em que Dias Loureiro era suspeito de burlar BPN

* Victor Nogueira

Gand'as negócios bem intricados e urdidos, que não estão ao alcance de qualquer bicho-careta !
Caso foi aberto em 2009 e teve como arguidos o antigo ministro do PSD e o…
PUBLICO.PT

segunda-feira, 27 de março de 2017

Até na prostituição se ganha mais com um curso superior

Um estudo norte-americano mostra que as trabalhadoras do sexo que concluíram o ensino superior tendem a ganhar mais e que as suas sessões com os clientes são menos tradicionais.
Victor Nogueira
  
Uma notícia ao estilo tablóide, em que a bota não bate com a perdigota. Diz o título sobre a pretensa "investigação" acerca do que denomina "trabalhadoras" do sexo (que em certo tablóide se anunciam como "massagistas": #Até na prostituição se ganha mais com um curso superior#. Mas afinal e lendo bem estas ainda são mais "exploradas" ou esmifradas, tenham ou não proxenetas, rectifico, "patrões" "empreendedores de sucesso" ou "empresários" do sexo (vulgo "chulos"): ganham menos à hora e têm de trabalhar mais horas para os ricos e sofisticados "clientes" para alcançarem o mesmo rendimento das outras. Gand'as títulos púbicos logo pela manha ?

  1. PSG
    A notícia não está de todo desenquadrada, ao contrário do que sustenta. Poderá não estar a par, mas a prostituição é matéria em discussão, pelo menos no seio de algumas forças políticas. No resto, o seu comentário teria outro enfoque caso dedicasse algum tempo à leitura do relatório referido.

Victor Nogueira
PSG -  meu comentário refere-se apenas ao modo como a notícia está "construída".

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Victor Nogueira
  
Comentário denunciado por violação dos critérios de publicação

  1. PSG
      
    A notícia não está de todo desenquadrada, ao contrário do que sustenta. Poderá não estar a par, mas a prostituição é matéria em discussão, pelo menos no seio de algumas forças políticas. No resto, o seu comentário teria outro enfoque caso dedicasse algum tempo à leitura do relatório referido.

  2. Victor Nogueira
      
    PSG - meu comentário refere-se apenas ao modo como a notícia está "construída".
Victor Nogueira
Inadvertidamente "denunciei" o meu próprio comentário em vez de carregar no botão para resposta a um comentário ao mesmo. E pimba, sem que eu tenha quebrado qualquer regra ele  foi "eliminado" por violar os critérios de publicação. Admitindo que não tenha havido censura, acredito que tenha sido eliminado por distracção dos moderadores, pelo que entendo que deve ser reposto.



~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~




 9 COMENTÁRIOS


Victor Nogueira

424 caracteres restantes
Comentário enviado
Comentário submetido à aprovação

  1. jmbmarte
      
    e os proxenetas (perdão: souteneurs) com bolsa de pós-doutoramento, fazem o quê, mais uns 45% com um naipe alargado de pós-graduadas com canudo das majors? E o que serão 'sessões tradicionais'? Estou-me a lembrar daquele filme em que ela fala fala fala e, no final, passou o tempo e nada de falo... Etc. Obrigado, Público, pelo edificante e palpitante tópico

  2. alpereira
      
    O jornal Correio da Manhã publica anúncios de serviços de prostituição. Há um anúncio de uma "jovem", se publica há pelo menos cinco anos, que diz "Universitária, de 19 anos..." Está tudo dito em termos de marketing...

  3. João Borges
      
    Existe um (pre)curso, superior ou inferior, consoante a opinião, desde outroras, que consiste em evoluir na carreira com uma "perna atrás das costas", ou seja, um progredir na horizontal. É um género de prostituição com impacto na sociedade porque em vez da senhora, ou senhor, ...oderem um, ..odem todos.

  4. Alexandre Ventura
      
    Aliás, as universidades portuguesas estão há muito a investir no desenvolvimento dos chamados soft skills entre os seus alunos. Pergunto-me se não terão antecipado este nicho de mercado tão rentável...

  5. Minhoto
      
    Na prestação de serviços indecorosos que alguns políticos fazem aos grandes interesses económico-financeiros, os doutores e engenheiros sempre tiveram muita saída, até mesmo com cursos forjados...

  6. Victor Nogueira
      
    Comentário denunciado por violação dos critérios de publicação

    1. PSG
        
      A notícia não está de todo desenquadrada, ao contrário do que sustenta. Poderá não estar a par, mas a prostituição é matéria em discussão, pelo menos no seio de algumas forças políticas. No resto, o seu comentário teria outro enfoque caso dedicasse algum tempo à leitura do relatório referido.
    2. Victor Nogueira
        
      PSG - meu comentário refere-se apenas ao modo como a notícia está "construída".

  7. Luís Azenha Bonito
      
    soft skills? uau... mundo miserável!...

  8. Rui Figueiredo
      
    O mesmo se passará aqui e a creditar em sites aparentemente fidedignos, também há em Portugal sexo pago entre universitárias. Pelo menos uma da Eslovénia e outra do Brasil anunciam como tal. Mas isso levanta a antiga questão: são universitárias a prostituir-se ou prostitutas a frequentar a universidade?

    1. Armando Marques
        
      Eh lá, por acaso n tem aí o nome dos sites a mão?

  9. Valentim Vergadaço
      
    E é preciso realizarem-se e divulgarem-se estudos para termos conhecimento de que é assim? Daaaaah

  10. Amora Bruegas
      
    Até para andar a vender o corpo, é necessário ensino superior? Uma tristeza!

    1. PSG
        
      Não. Nada disso. Aquilo a que o estudo se propõe é analisar a relação entre educação e comportamentos criminais, escolhendo como objecto de estudo os serviços de acompanhantes/prostituição.
      ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
  11. eral - gestor de participações associais
     
    Obrigado Victor Nogueira por nos atribuir a nós moderadores tantos poderes, mas a realidade é que os moderadores não têm qualquer papel nas denúncias, sendo elas aceites ou recusadas pelos administradores do fórum, ou seja, pelo Público. Em caso algum os moderadores podem repor comentários, sejam eles rejeitados ou denunciados. Pode contactar o Público através do correio electrónico comunidade, eles lêem, mesmo que nã
Este sistema de botões gera equívocos, pois ao longo dos últimos meses já é a 2ª vez que pretendo responder a um comentário  e clico no da "denúncia". Denunciar-me a mim mesmo é obra, mas enfim. Ok. farei como diz

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
  1. Victor Nogueira
      
    Uma notícia ao estilo tablóide, em que a bota não bate com a perdigota. Diz o título sobre a pretensa "investigação" acerca do que denomina "trabalhadoras" do sexo (que em certo tablóide se anunciam como "massagistas": #Até na prostituição se ganha mais com um curso superior#. Mas afinal e lendo bem estas ainda são mais "exploradas" ou esmifradas, tenham ou não proxenetas, rectifico, "patrões" "empreendedores de sucesso" ou "empresários" do sexo (vulgo "chulos"): ganham menos à hora e têm de trabalhar mais horas para os ricos e sofisticados "clientes" para alcançarem o mesmo rendimento das outras. Gand'as títulos púbicos logo pela manha ?

  2. Victor Nogueira
      
    Inadvertidamente "denunciei" o meu próprio comentário em vez de carregar no botão para resposta a um comentário ao mesmo. E pimba, sem que eu tenha quebrado qualquer regra ele foi "eliminado" por violar os critérios de publicação. Admitindo que não tenha havido censura, acredito que tenha sido eliminado por distracção dos moderadores, pelo que entendo que deve ser reposto.

    1. Liberal - gestor de participações associais
       
      Obrigado Victor Nogueira por nos atribuir a nós moderadores tantos poderes, mas a realidade é que os moderadores não têm qualquer papel nas denúncias, sendo elas aceites ou recusadas pelos administradores do fórum, ou seja, pelo Público. Em caso algum os moderadores podem repor comentários, sejam eles rejeitados ou denunciados. Pode contactar o Público através do correio electrónico comunidade, eles lêem, mesmo que não reajam.
    2. Victor Nogueira
        
      Este sistema de botões gera equívocos, pois ao longo dos últimos meses já é a 2ª vez que pretendo responder a um comentário e clico no da "denúncia". Denunciar-me a mim mesmo é obra, mas enfim. Ok. farei como diz
wwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwww

  1. Victor Nogueira
      
    Uma notícia ao estilo tablóide, em que a bota não bate com a perdigota. Diz o título sobre a pretensa "investigação" acerca do que denomina "trabalhadoras" do sexo (que em certo tablóide se anunciam como "massagistas": #Até na prostituição se ganha mais com um curso superior#. Mas afinal e lendo bem estas ainda são mais "exploradas" ou esmifradas, tenham ou não proxenetas, rectifico, "patrões" "empreendedores de sucesso" ou "empresários" do sexo (vulgo "chulos"): ganham menos à hora e têm de trabalhar mais horas para os ricos e sofisticados "clientes" para alcançarem o mesmo rendimento das outras. Gand'as títulos púbicos logo pela manha ?
  2. Victor Nogueira
      
    Inadvertidamente "denunciei" o meu próprio comentário em vez de carregar no botão para resposta a um comentário ao mesmo. E pimba, sem que eu tenha quebrado qualquer regra ele foi "eliminado" por violar os critérios de publicação. Admitindo que não tenha havido censura, acredito que tenha sido eliminado por distracção dos moderadores, pelo que entendo que deve ser reposto.
    1. Liberal - gestor de participações associais
       
      Obrigado Victor Nogueira por nos atribuir a nós moderadores tantos poderes, mas a realidade é que os moderadores não têm qualquer papel nas denúncias, sendo elas aceites ou recusadas pelos administradores do fórum, ou seja, pelo Público. Em caso algum os moderadores podem repor comentários, sejam eles rejeitados ou denunciados. Pode contactar o Público através do correio electrónico comunidade, eles lêem, mesmo que não reajam.
    2. Victor Nogueira
        
      Este sistema de botões gera equívocos, pois ao longo dos últimos meses já é a 2ª vez que pretendo responder a um comentário e clico no da "denúncia". Denunciar-me a mim mesmo é obra, mas enfim. Ok. farei como diz
    3. Liberal - gestor de participações associais
       
      Eu já há muito que me queixei, mas ainda não me denunciei a mim mesmo! Lá chegará o dia! Todo este novo formato de apresentação dos comentários é muito fraco por comparação com o anterior, que era excelente. Vai-se andando...