domingo, 13 de janeiro de 2008

Em conversa com ... (7) TODO O MUNDO E NINGUÉM



* Victor Nogueira
.
A foto sou eu, o vazio, sem vontade para fazer o que quer que seja, a solidão, o deserto, o passar o dia a dormir para por nada dar, apesar do sorriso e da piada e do humor para disfarçar.
.
As obras continuam por fazer, o meu «amigo» advogado, a quem não pedi qualquer favor e disse que estava ali como cliente, deixou passar os prazos apesar de em tempo avisado por mim; a minha casa desde há dois anos transformada em armazém com a seguradora e o empreiteiro irresponsáveis e aldrabões a rirem-se e parte do recheio armazenado noutro local.
.
Cada um para seu lado no seu buraco ou altar, uma gripe que se avizinha, um dia triste, nublado, cinzento ou chuvoso mas seria o mesmo se estivesse um sol de inverno radioso. O artigo continua por terminar tal como a contabilidade do condomínio de que sou administrador vitalício, os blogs deixaram de ter sentido, o avio por fazer e as refeições improvisadas.
.
A boa educação diz que este que se segue deveria ter sido o 1º parágrafo. Como vais? Há tanto tempo que deixaste de ser a visita diária. Resta apenas e por enquanto a Maria Simplesmente. e ao fim de semana a Faia Maria. Afinal a ausência dos comentadores nada tinha a ver com as festividades ou com o final do período lectivo. Afinal basta correr os blogs de outrem para encontrar os «ausentes». Antes a solidão das salas de conversação, onde há sempre alguém para conversar, a qualquer hora do dia ou da noite, onde também se encontram pessoas interesantes, embora com o correr do tempo fique apenas uma solidão maior e pó a esfarelar-se por entre os dedos e mais um peso na solidão e na memória
.
O som do telefone está agora propositadamente desligado e as plantas já devem ter morrido todas. Não recebo nem faço visitas, reais, físicas.
.
É tudo, Um minúsculo asteróide no vazio do ciber-espaço.

1 comentário:

Maria Simplesmente disse...

Só faço uma pergunta:
- Porquê?

Só resta a Maria Simplesmente...
Porquê?

Porquê o telefone sem som Victor?
Porquê?

Não será dentro de ti que está a solidão?
Outros estão sós mas não solitários
Eu não me sinto solitária.
Bj
Maria