quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

Em conversa com ... (6) TODO O MUNDO E NINGUÉM


Olá :-)
.
.

Isto do retangulozinhos dos comentários é como o voice mail: deixamos ou não msg, deixamos ou não comentário. É preferível ouvir uma msg que tentar adivinhar a quem pertence aquele telefone.
.
E nos gravadores de voice mail, podemos ouvir a voz de quem nos telefonou a as suas palavras, ficamos a saber quem nos telefonou e podemos assim retribuir.
.
Não é forçoso dar sempre sinal de vida, mas é sempre bom sabermos de quem nos visita e que não estamos a falar sós no meio do deserto.
.
Claro que nem o telefone ou a Web (blogosfera ou salas de conversação) substituem a presença pessoal, não virtual, nem o contacto físico. Porque sem estes, para quem for normal, restam a solidão, o silêncio e o vazio crescentes, mesmo que cada post tenha centenas de comentaristas, aos quais se torna impossível dar atenção.
.
Assim. duma maneira ou doutra, é como se substituíssemos o amor pela masturbação ou pelo bordel ou o outro pelo espelho onde narcisicamente nos (re)vemos.
.
E tudo isto, em meu entender, é a negação da vida, do amor, da amizade e da solidariedade reais. Poucos/lerão isto, mas também pergunto: a quem interessa que leiam e compreendam?
.
Victor Nogueira
.
.
.
imagem retirada daqui: Luna
.
.
adenda:
.

3 comentários:

Maria disse...

Há quem não goste de falar para máquinas.
E quando o telefone toca e ninguém atende?
Tens assim tanta razão dos teus amigos?...
Eu sou feliz com os meus.
Porque será?
Bj

Belisa disse...

Olá :)
Vou reflectir agora um pouco. Porque me apetece.Não sei se "sai asneira ou entra mosca" mas vamos lá.
Rectangulos para comentar,é giro.
É preciso é gostar de escrever.É preciso saber o que escrever (não é o caso, porque agora estou a divagar...)e é preciso ter Amigos. Mas como considerar real se é tudo virtual! Aqui irá funcionar a imaginação! A capacidade de sabermos transmitir algo que queremos dar aos outros! E...agora bloqueei...ao ver as horas!!!
Deixo para o meu amigo, muitas felicidades **** e beijos
de
Belisa

De Amor e de Terra disse...

Quem é que enfia o barrete?
Quem te não fala, quem é?!
Vai lá pousar o "cacete"
Que a Amizade 'stá de pé!...



Bj

Maria Mamede