terça-feira, 27 de dezembro de 2016

heróis e anti-heróis

mário soares cartoon de antonio

* VIctor Nogueira

1. - Mário Soares poderá ser o herói daqueles que beneficiaram com o 25 de Novembro, que pôs fim ao desejo e à construção duma sociedade verdadeiramente socialista, mais justa e fraterna.
Muita coisa ficou na Constituição de 1976, que dela e posteriormente foram retiradas em sucessivas Revisões Constitucionais do PS/PSD/CDS. Mário Soares formou Governo com o CDS, partido que votara contra a referida Constituição de 1976.
Mas essa da bandeira que teria pisado em Londres é uma mentira propalada pelo Governo de Marcelo Caetano e pela PIDE.No 25 de Abril Mário Soares era um desconhecido para a maioria dos portugueses e o PS fora fundado em 1973 na Alemanha com dinheiros da social-democracia europeia.



A colagem do PS e de Mário Soares ao PCP nos meses a seguir ao 25 de Abril deu-lhe a notoriedade que lhe permitiu trair a Revolução e enganar parte do Povo Português. Mário Soares é de facto um herói, o herói da Grande Burguesia e do Grande Capital, que a ele muito devem: Chapalimaud, Espírito Santo, Mellos, Belmiros, Soares do Santos e muitos outros.

2. - Outros factos poderiam ser realçados ou referidos, começando na CEUD em 1969 e continuando por aí adiante, incluindo o Norte a ferro e fogo e as malogradas tentativas de transferir a Assembleia Constituinte para o Porto e de sabotar os trabalhos da mesma ou a "indiferença" ao desencadear duma guerra civil e a uma eventual intervenção estrangeira pelos amigos de peito.

Sem comentários: